Uma bela mulher, nua, sob um céu estrelado. Um de seus pés está em terra firme enquanto o outro está mergulhado em um rio. Em suas mãos, dois jarros despejam água. Um dos jarros despeja a água na terra. O outro faz com que a água retorne ao rio. A expressão da mulher é serena, tranquila, feliz.

Essa é a carta da Estrela do tarô que no tarô The Old Path tem um céu ainda mais azul e estrelado.

As estrelas brilham intensamente. É uma bela noite iluminada apenas pelas luzes do céu, das estrelas. Este é o arcano da fé, da tranquilidade, da esperança. Como a famosa estrela guia, a carta da estrela nos conduz rumo à nossa mais profunda essência e rumo ao nosso futuro. Para entender melhor seu significado, precisamos começar lembrando que ela vem logo depois da tão temida carta da Torre. Depois do castelo desmoronar e trazer quebra, perda e dor, perdemos parte de nossa estrutura e podemos até nos sentir sem chão. Nada nos resta senão a esperança. Apenas podemos acreditar que ainda há luz e para isso é preciso ter fé e esperança. Isso é possível, já que apesar de tudo (ou quase tudo) ter desmoronado com a torre, restou aquilo que temos de mais importante: nós mesmos. Nossa essência está intacta. Com a queda, apenas nos libertamos de todas as pedras que colocamos em torno de nós mesmos. Ao nos dar conta disso, vem a esperança e a fé de que podemos começar tudo de novo. Então, agora que estamos mais conscientes de quem somos, percebemos tudo que podemos fazer. É só olhar e ver que a figura da carta está nua. Não há mais disfarce, não há muros nem máscaras. Mas ainda há um longo caminho a ser percorrido. A carta da estrela nos apresenta um mapa, aponta um caminho. Este caminho está descrito no céu, nas estrelas. Já nos ensinavam os antigos navegadores, que pelas estrelas se guiavam. Também a Astrologia, que ao longo de toda história utiliza-se deste céu estrelado. Aqui também, neste arcano, é bom perceber que acabamos de sofrer uma queda, mas é justamente na noite mais escura que podemos ver as estrelas, que são nossas guias. Agora, podemos mergulhar rumo à nossa essência mais profunda, sem medo. Para isso, temos que desapegar e deixar tudo para tras: tudo que fomos, para sermos então tudo que somos. Temos também que nos encher de esperança, pois não sabemos o que vamos encontrar pelo caminho. Então, quando aprendemos estas lições, podemos seguir adiante e percorrer mais uma parte deste caminho. Os próximos arcanos são a Lua e o Sol. A Lua vai realmente nos apresentar à nossa alma e nos levar aos pedaços mais escondidos de nós mesmos. Só depois de bem aprendidas as lições da estrela e da lua é que podemos chegar à carta do Sol, que vai nos mostrar nossa essência real e o caminho para a realização plena. O Sol é o centro de nosso sistema solar e também do nosso eu. Mas antes de chegar lá temos que conhecer melhor a estrela, que é o primeiro arcano do céu, nosso primeiro contato com essa essência mais profunda. Na leitura de tarô, ela representa sorte, proteção. É capaz de melhorar o significado de todo um jogo. Mostra que há algo verdadeiro, profundo. Indica um caminho e diz que podemos contar inclusive com uma proteção espiritual. Fala de um amor verdadeiro, um encontro profundo, que pode até ser espiritual. É o arcano que diz que podemos confiar: em nós mesmos, no outro, em Deus. É uma estrela brilhando em um céu escuro. Ou melhor, são várias estrelas que brilham, apontando um caminho. Ela nos diz que há um caminho e que podemos encontra-lo. De agora em diante, é só seguir este brilho e confiar. Ela nos diz que vai dar tudo certo, basta acreditar. É uma carta que fala também de inspiração, de criatividade. Mostra que algo novo está para nascer, seja um amor, um trabalho, um projeto, uma criança. Mas antes precisamos deixar o velho pra traz, desapegar. Este arcano também reforça a intuição, a telepatia, a premonição, pedindo que confiemos mais nisso. Com certeza mostra que há felicidade (mesmo que ainda em potencial) e oportunidades pela frente, com altas chances de sucesso. Assim, mergulhar nesse arcano é aprender a confiar mais em si mesmo, em seus insights, em sua percepção. É perceber que as respostas estão todas dentro de si e que quando seguimos os sinais que a vida nos apresenta, em busca do que quer a nossa essência, tudo passa a fluir melhor à nossa volta. É a carta que mostra que o universo sem dúvida conspira a nosso favor. Para isso, basta confiar e acreditar que a felicidade já está a caminho.