papel pardo

 

Tenho muitas coisas em meu escritório, seja por causa do trabalho, seja por prazer e curiosidade. Uma infinidade de fitas, papéis, adesivos, cortadores…definitivamente, eu não posso ser chamada de minimalista – jamais! Mas outro dia fiz um exercício de desapego e me propus a seguinte pergunta: no meio de tantas coisas, qual seria a única que eu elegeria como a coringa, a mais quebra galhos de todas, em meu escritório? Pensei, pensei e cheguei à conclusão irrefutável: um belo rolo de papel pardo.

Pode parecer engraçado à primeira vista eleger algo tão simples e banal como “o item mais necessário”, mas depois de uma análise começa-se a enxergar um grande potencial por trás destas folhas de tom marrom. O grande “pulo do gato”, a versatilidade, do papel pardo é justamente sua base de tom neutro, que permite arranjos mais sóbrios, usando cores mais fechadas, quanto um carnaval de cores sobre eles. E a textura, firme porém moldável, faz com que ele se adapte tanto à embalagens simples, quanto à caminhos de mesa ou quadro de avisos.

papel pardo

No meu escritório usar o papel pardo como embalagem é praticamente padrão: já fizemos isto com presentes de páscoa, Natal e – muito freqüentemente – embalagens de flores para presentear, como a da foto acima*.  Mas a grande inspiração vem do Pinterest, onde tenho um painel inteiro dedicado ao papel pardo e de onde vem as mais de 110 ideias do título, espalhadas por vários cômodos da casa, bem como ocasiões (embalagens de presente, lembrancinhas, acessórios para fotografia, brinquedos, decoração…). Muitas imagens bacanas! Vale a pena conferir. 😉

Siga o painel papel pardo de Flávia Ferrari no Pinterest.

Além disto,  o preço deste papel é bem conveniente, resultando em uma opção de excelente custo – benefício.

Então, se você procura começar sua vida de “crafteira”  sem erro, uma bobina de papel pardo é um bom investimento, com certeza.

Um beijo,

flaviapapel craft21