Ter uma lareira em casa sempre foi meu sonho de consumo desde pequena. Achava chique, bacana, classudo, importante e, acima de tudo, necessária.

Não pelo frio -eu morava em uma cidade bem quente do interior de São Paulo.

Mas era pela lareira que o Papai Noel entrava magicamente nas casas para recolher as cartas e entregar seus fabulosos presentes.

Passei minha infância inteira divagando como é que o bom velhinho não falhava nunca comigo apesar da falta do tal detalhe construtivo na minha casa – Ah! Vai ver que ele entrava pela grande janela que tínhamos na sala de jantar ignorando totalmente as grades ferro que  protegiam nossa casa. E assim foi, o tempo passou apressado como sempre e eu, já moça adulta e criada, ganhei uma casa com lareira. A alegria que tive foi a mesma da infância – eu poderia realizar com um certo atraso todos os meus sonhos em volta do fogo.

 

Uso demais a lareira no inverno de São Paulo, que tende a ser inclemente conosco e com nossa falta de preparo para a nossa chegada. Também de quando em quando assamos uns marshmallows com as crianças para comermos com diversão. Mas utiizá-la na época do Natal tropical, com o nosso calorzão é dureza. Aí só como decoração mesmo.

 A ideia para este ano é que ela tivesse um charme, um destaque, uma luz a mais sem aquecer. Para que a chegada do Papai Noel, espremendo-se pela chaminé, ficasse marcada na fantasia dos meus pequenos, para que a magia continuasse a reinar soberana.

A primeira proposta era preenchê-la com pinhas recolhidas em parques públicos – só este movimento já encheu de charme o espaço e deu outra vida, como já se pode notar nas fotos de antes e depois.

O processo é simples: basta escolher as pinhas maiores e mais abertas para arrematar os cantos e topos dos arranjos (lugares mais visíveis) e dar altura diversas a elas colocando alguns suportes escondidos para darmos sensação de movimento.

 

Não me preocupei em retirar os enfeites que deixo normalmente na lareira porque achei que ficou uma composição bacana. Mas faltava algo a mais para destacar – a solução, como sempre, vem do simples.  As “multifunções” luzinhas de pisca pisca, enroladas com carinho entre as pinhas e contando com o capricho de sempre esconder o fio entre elas para que somente a iluminação fique aparente.

Voilà! Efeito bacana, seja de dia,seja à noite. Agora basta esperar Papai Noel com a nossa lareira acesa em pleno verão. 😉

Esta ideia é mais uma inspiração que resolvi compartilhar no Desafio de Blogueiras – agora neste terceiro desafio com o tema decoração para o final do ano – Natal/Ano Novo. Confira abaixo as ideias que minhas companheiras de Clube Decor também bolaram para este desafio e anime-se a participar.

As regras do #desafiodecor3 estão em nossa página do facebook – http://www.facebook.com/DesafiodeBlogueiras. E os quatro melhores desafios enviados ganharão um presente surpresa. 😉

Esperamos os trabalhos de vocês até dia 20 de dezembro de 2012, combinado?

Beijo grande

O #desafiodecor3 é uma decoração de fim de ano. Pode ser de natal, de ano novo. O que interessa é vestir a casa de boas festas!