Para mim, uma das verdades universais da vida é que se a gente não põe as coisas à mão, não as usamos. É a velha e boa lei do mínimo esforço 🙂

E se não usamos algo,  saiu caro. Investir dinheiro, independente do montante, em coisas que não usamos é definitivamente dinheiro mal investido.

Ganhei esta cesta de palha do marido no dia dos namorados com alguns cremes e outras belezinhas que adoro – e fiquei com a cesta rolando para lá e para cá. Ao mesmo tempo tinha as minhas maquiagens guardadas em baús lindos – escondidos no armário sob a pia, com acesso super difícil. E aí, confesso: muita preguiça para usar os produtos, quase nunca me dispunha a abrir as portas e utilizá-los. Voltando ao raciocínio inicial: dinheiro muito mal investido em toda aquela maquiagem guardada 🙁

Eis que vem o pequeno estalo: por que não acomodar tudo na tal cesta e usar mais? Dito e feito.

Não é um organizador de acrílico para makes como os lindos que circulam por aí, nem uma marcenaria feita especialmente para tal mas propõe uma solução razoável para o problema em questão.

modelo de perfeição (foto daqui)

 

Moral da história? Não recomendo que todo mundo saia por aí atrás de cestos para fazer exatamente o mesmo, esta não  é minha proposta para nada. Mas sim para que a gente olhe com carinho para cada coisa que temos em nossas casas, pois podemos encontrar ótimas – e econômicas – soluções decorativas entendendo nossas necessidades e nossos recursos.

Beijo grande