Vidro Colorido

sexta-feira, 30 de maio de 2008
Conforme o tempo vai passando vejo que muitas coisas das quais eu não gostava anteriormente – principalmente nos anos rebeldes da adolescência… – vão se tornando cada vez mais estimadas e desejadas.
Brinco que conforme o tempo vai passando eu me descubro cada vez mais parecida com a minha mãe! (Espero que lá do céu ela tenha um acesso banda larga para poder visualizar melhor todas estas fotografias que coloco aqui ;-)
E aí, na minha casa, vou acumulando e buscando os tais objetos afetivos. Com estes castiçais de vidro colorido foi assim.
Sempre achei vido colorido o “uó do borogodó”, não importando se era de Murano ou da esquina.
Repaginando o hall de entrada do apê, usando um aparador de madeira de demolição que garimpei com a sogritcha, não é que eu me deparo com estes castiçais laranjas e azuis?
Nunca achei que iria comprar algo assim. Mas cá estão eles, todos faceiros recepcionando minhas visitas. Viraram um xodó, até a pequena gosta de arrumá-los a seu modo no aparador.
Viu como as coisas afetivas se espalham e nos unem?
Será que a minha pequena também comprará vidro colorido depois de achar tudo isso um “uó”?
PS:Ah! Só para completar, ainda por cima os castiçais saíram baratinho, lá no Pronto Socorro do Vidro.

Você poderá gostar também...



Insira seu email e receba as novidades do blog!


Comentários do Facebook

3 Comentários para “Vidro Colorido

  1. Olá Flávia
    Passei por aqui para ver as novidades. Também sofro do mesmo fenómeno: descobri que comecei a gostar de coisas que na adolescência achava “uó” (como vocês dizem). Acho que são os nossos gostos que vão amadurecendo ao mesmo tempo que a rebeldia dos anos verdes vai desaparecendo. Concerteza a tua mãe estará a sorrir, de onde quer que esteja. Também tenho muita pena por a minha mãe não acompanhar as coisas que fotografo e publico, ela nem sequer sabe que tenho um blog. Tem cancer e está muito mal, pelo que a minha felicidade nunca está completa. Falta isso. E senti a tua saudade, que é parecida com a minha. Um abraço e um beijo para ti, amiga.

    [Responder]

  2. Hazel,
    seu post me deixou muito feliz e sem palavras…
    espero ter dado uma resposta à você – em seu blog – com tanto carinho quanto o que você colocou aqui.
    Beijo

    [Responder]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>